Como otimizar a operação do seu delivery

Como otimizar a operação do seu delivery

Sabe uma coisa que os melhores restaurantes com delivery tem em comum? Eles são gerenciados por quem sabe como otimizar a operação do seu delivery. Isso é importante pois garante as melhores condições para quem quer empreender no setor e se destacar em um segmento que já é concorrido e muito importante para os bares e restaurantes.

Para se ter uma ideia, são 300 mil restaurantes que fecharam as portas no Brasil desde o início da pandemia, a maior parte deles por não ter como faturar com o lockdown. O delivery salvou outros tantos milhares de empreendimentos nesse período e se tornou muito mais importante do que antes (o que explica o crescimento de 187% desse segmento).

Para poder usufruir ao máximo dessa estratégia, no entanto, é importante saber como otimizar a operação do seu delivery. Quer aprender como? Então veja algumas dicas abaixo!

Como otimizar a operação do seu delivery em 5 passos

Delivery
Fonte da imagem: pexels.com

1. Tenha uma linha de produção inteligente

Um dos principais focos para saber como otimizar a operação do seu deliver é ter uma linha de produção inteligente, focada em reduzir o tempo de preparo dos pratos sem perder qualidade.

Isso significa, por exemplo, tentar adiantar vários ingredientes e deixá-los preparados com antecedência, se possível. É claro que nem sempre é possível, mas vale a pena estudar formas de fazer isso.

Por exemplo, uma pizzaria pode atender apenas de noite, mas os pizzaiolos podem passar o dia preparando massas e deixando-as prontas para o uso. Além disso, podem cortar os ingredientes e separá-los para o momento de fazer os pedidos. Assim que os primeiros pedidos chegam, basta montar as pizzas e então levar ao forno. Quando estiver tudo pronto, é só entregar. Isso ajuda a cortar o tempo e facilitar todo o processo.

2. Monte uma equipe só para o delivery

Se o seu restaurante também tem operação presencial (ainda é a norma, mas com tendência de queda), então é importante montar uma equipe para o atendimento presencial e outra para o atendimento via delivery.

Isso é importante para não fazer com que os atendimentos presenciais se misturem com os de delivery e atrasem todos. Uma equipe deve cuidar de quem está ali, presente, e outra deve cuidar de quem pediu pela Internet ou aplicativos.

No máximo, é possível que um time ajude o outro quando não houver pedidos em um lado. No entanto, o ideal é ter as duas equipes separadas para otimizar o tempo de ambas.

3. Mapeie o seu processo de produção e teste soluções

Todo gestor de cozinha precisa ter o processo de produção mapeado. Na prática, isso significa entender como os pedidos são recebidos e comunicados à cozinha e quais os passos para produzir cada prato.

Isso é importante para ajudar não só a testar soluções para otimizar cada processo (podem existir gargalos de produtividade, por exemplo), como também para garantir uma padronização dos pratos. Isso ajuda a gerar uma experiência mais previsível para o consumidor: quem gostou, por exemplo, tende a fidelizar mais facilmente se a experiência for previsível.

É verdade que, em certos restaurantes com pratos mais sofisticados, o mapeamento é mais complicado de fazer. No entanto, difícil não é impossível e vale a pena tentar para ter o melhor resultado no delivery.

4. Monte um cardápio inteligente e estratégico

Em um delivery, em que o cardápio é exibido digitalmente, é importante ter menos opções do que mais. Isso porque muitas alternativas podem afastar o consumidor tanto pela dificuldade de enxergar todas as opções, quanto pelo clássico Dilema da Escolha: quanto mais alternativas, mais difícil é escolher.

Por isso, seu cardápio deve ser inteligente e estratégico, contando com ingredientes que sejam fáceis de preparar e otimizar na produção. Ao fazer isso, você ganha previsibilidade e, portanto, tempo de preparo.

5. Analise dados e ajuste

Por fim, mantenha sua visão nos seus indicadores de desempenho. Lembre-se de que os aplicativos de delivery consideram o seu tempo de produção para apresentar seu restaurante aos usuários. A ideia é sempre aproximá-los de quem leva menos tempo para produzir o prato.

Por isso, seu objetivo é tentar reduzir ao máximo possível o tempo de produção e, a maneira mais eficaz de fazer isso, é analisar os dados, ver onde as coisas podem ser mudadas e ir ajustando passo a passo, ponto a ponto, até ter um tempo muito melhor do que o dos seus concorrentes.

Confira também: 8 Maneiras de Fazer seu Negócio Crescer

Pronto! Agora que você já sabe como otimizar a operação do seu delivery, é hora de colocar esses passos em prática para ter os melhores resultados possíveis no seu empreendimento. Lembre-se de que a otimização de um restaurante não é algo que deve ser pensado ou feito apenas uma vez, mas é um processo contínuo e sem fim. Sempre há algo para melhorar e otimizar.

E aí, gostou das dicas? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Santana

Santana

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Como Deixar Blog Mais Rápido

Como Deixar Blog Mais Rápido

Aprenda o passo a passo de como deixar blog mais rápido, utilizando um plugin que tem demonstrado ser bastante eficiente que se chama "PageSpeed Ninja". Vale ressalt...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.